Novidades

A escolha dos imperfeitos

Deus usa imperfeitos. Abraão, Jacó, Moisés, Davi, Esdras etc. foram homens de Deus carregados de ambiguidade, incertezas e oscilações. Existe de tudo na Bíblia: duvidosos, mentirosos, malandros, mimados, impulsivos, assassinos, adúlteros e legalistas. Na história da Igreja também temos vários exemplos: Martin Luther King e Lutero, por exemplo, não foram homens perfeitos. Tiveram vários pontos […]

Blog - A escolha dos imperfeitos

Deus usa imperfeitos. Abraão, Jacó, Moisés, Davi, Esdras etc. foram homens de Deus carregados de ambiguidade, incertezas e oscilações.

Existe de tudo na Bíblia: duvidosos, mentirosos, malandros, mimados, impulsivos, assassinos, adúlteros e legalistas. Na história da Igreja também temos vários exemplos: Martin Luther King e Lutero, por exemplo, não foram homens perfeitos. Tiveram vários pontos cegos em seus ministérios.

O que os homens do tempo bíblico, os heróis da fé e os de hoje tem em comum? O Senhor os usou.

O ETERNO, em sua soberania, os escolheu unicamente pela graça. Eles foram aperfeiçoados pelo Pai, mas morreram “humanos paradoxais”.

Isso nos trás muitas lições. Primeira, não devemos achar que precisamos ser perfeitos para servir. Estamos todos os dias no processo de santificação e transformação da mente. E não há método capaz de proporcionar transformações rápidas a não ser uma genuína visitação do Espírito.

Segunda, devemos ter mais cuidado ao fazer julgamentos sobre determinadas pessoas ou ministérios. Podemos estar exigindo prerrequisitos de pessoas que Deus está moldando e transformando ao seu modo e tempo. É melhor sempre discutir ideias do que pessoas. Tome cuidado com isso.

Terceira, na verdade um questionamento aqui, como Deus opera em nós a mudança de mente? Sobre isso há algo muito interessante nas Escrituras: a jornada de vida e a Palavra de Deus exercem alterações cognitivas em nós capazes de termos a transformação da mente para exercemos o chamado de Deus. Esse é o método ordinário, usual, padrão. Contudo, não podemos negar que há experiências “agudas” fruto EXCLUSIVAMENTE de DEUS que nos trazem grandes viradas de vida. São experiências como a escada de Jacó ou a sarça de Moisés. Essas mudanças de mente extraordinárias são dadas pelo Criador e trazem arrependimento, humildade e uma nova visão sobre Deus! Sempre glorificam Deus

 

Texto: Dr. Ismael Sobrino (Autor do livro Depressão: o que todo cristão precisa saber, publicado por Editora Vida )
siga no instagram: @ismael.sobrinho

Blog da Vida

Dicas e novidades sobre o mundo editorial