Novidades

Corpo, Alma e Espírito

Sempre me perguntam o que penso sobre corpo, alma e espírito. Para mim, as definições teológicas mais didáticas são as que indicam corpo (biologia, cérebro), alma (psych, mente, vontade, emoções), espírito (natureza espiritual). Contudo, prefiro crer de modo mais simples: natureza imaterial (espírito) e material (cérebro/alma). Acontece que, conectando neurociência com fé, é mais provável […]

Blog - Corpo, alma e espírito

Sempre me perguntam o que penso sobre corpo, alma e espírito. Para mim, as definições teológicas mais didáticas são as que indicam corpo (biologia, cérebro), alma (psych, mente, vontade, emoções), espírito (natureza espiritual). Contudo, prefiro crer de modo mais simples: natureza imaterial (espírito) e material (cérebro/alma). Acontece que, conectando neurociência com fé, é mais provável acreditar em uma alma (psych) sendo um “sistema operacional” que roda dentro do hardware cérebro.

Quando nascemos de novo, temos o espírito regenerado, mas nossa parte material já  continha o sistema operacional (alma, psych) cheio de vírus. Vírus, nesse caso, são aquelas situações vividas que trazemos desse a infância e que prejudicam o sistema. São erros cognitivos ou esquemas mentais que a Bíblia nomeia de “fortalezas da mente” aptos a prejudicar muito nossa caminhada cristã.

Entender que o espírito nasce de novo embora “psych” não o faça é um dos maiores aprendizados do discipulado cristão inicial. Por que peco nas mesmas coisas sendo cristão? Por que tenho comportamento repetitivo em determinada área?

As respostas estão na alma (psych), que passa por uma jornada de transformação progressiva após a conversão (“renovação da mente”, conforme Romanos 12). Assim, quanto ao espírito, temos um novo nascimento, mas quanto a alma temos um velho homem que luta contra as instalações de novos arquivos que o Espírito Santo deseja implantar.

O cristão vive, então, o seu grande dilema: o Espírito regenerado nos leva a ter prazer em Deus, mas a psych nos gera o conflito de querer outras coisas (Romanos 7.22). E o cérebro? O cérebro é o hardware que roda tudo isso.

O problema é que, se o hardware estiver doente, ele afetará o sistema operacional e a mente não funcionará direiro. Ou seja, o biológico afeta a expressão emocional e a vivência da sua espiritualidade. É por esse motivo que uma depressão, uma baixa hormonal etc. podem afetar muito a forma como vemos a vida e nossa espiritualidade (o profeta Elias é um exemplo).

Fique, então, com uma definição: seu Espírito nasceu novo, sua alma não, mas Deus deseja transforma-lá aos poucos (de glória em glória).

 

Texto: Dr. Ismael Sobrino (Autor do livro Depressão: o que todo cristão precisa saber, publicado por Editora Vida )
siga no instagram: @ismael.sobrinho

Blog da Vida

Dicas e novidades sobre o mundo editorial